Você esta pensando em procurar um psicólogo? Está se perguntando se a psicoterapia pode ajudá-lo? Preocupado em escolher um profissional especializado?

Todas as pessoas em algum momento enfrentam dificuldades que afetam suas vidas e conseqüentemente sua saúde mental ou até mesmo sua saúde física. Essas dificuldades podem se apresentar de diversas maneiras, através de problemas de relacionamento, desejo de autoconhecimento, ansiedade, depressão, síndrome do pânico, medo intenso, dificuldades sexuais, sentimento de inferioridade, agressividade, estresse, uso e excesso de bebidas alcoólicas ou drogas etc. Enfim, são infinitas as situações, pensamentos e sentimentos que podem desencadear a necessidade de um acompanhamento psicológico.

A psicoterapia, embora tenha conquistado um espaço de ajuda significativa em muitas situações e quadros clínicos ao longo do tempo, ainda é notada com desconfiança e até mesmo com certo preconceito. Não é incomum, nos deparamos com colocações do tipo “terapia é para louco” ou “para que pagar um Psicólogo se tenho com quem conversar”.

Infelizmente esse tipo de conduta, pode chegar ao extremo, contribuindo para que muitas pessoas só procurem a ajuda especializada quando estão no seu limite, ou seja, quando estão diante da experiência de situações mais graves e limitantes. 
Esses tabus e preconceitos precisam ser superados, pois muito sofrimento poderia e pode ser evitado se as pessoas fossem orientadas a buscar ajuda profissional adequada.

Nos últimos anos, acompanhamos na mídia inúmeras histórias de crianças, adolescentes e adultos que foram vítimas de problemáticas de diversas ordens. Apesar dos contextos, e dinâmicas familiares e pessoais muito diferentes, tais narrativas nos colocam diante de reflexões importantes a respeito de um ponto semelhante, ou seja, pessoas tomadas pelos seus problemas, pessoas invadidas por sentimentos e emoções que beiram o desespero e sem condições mínimas de refletirem e de encontrarem direcionamento. 

Cabe aqui, mencionar que o pensamento e a reflexão são as possibilidades que o ser humano possui para situar-se frente a um determinado problema. É a partir do pensamento que o indivíduo tem a possibilidade de amenizar e assim passar a olhar a sua problemática e seus conflitos de diferentes perspectivas.  

Porém, sabemos que há momentos tão delicados em nossas vidas que levam algumas pessoas a não conseguirem reconhecer a existência de possibilidades de enfrentamento e muito menos perceber que muitas vezes, as respostas e outros caminhos possíveis estão dentro de si mesmos.  É neste contexto que a psicoterapia pode auxiliar o individuo na tomada de consciência de que somos humanos e, portanto, sujeitos a limitações perante as diversas situações inesperadas que a vida nos impõe. 

A procura por um Psicólogo não é, portanto, sinal de desequilíbrio ou fraqueza para enfrentamento dos problemas e desafios pessoais, pelo contrário, o trabalho psicoterapêutico é também um processo de aprendizagem e de desenvolvimento pessoal, pois auxilia o indivíduo a tornar suas ações mais conscientes, mudando a visão de si e, principalmente, a se redescobrir recuperando o sentido de sua vida. 

O profissional da área da saúde mental é aquele que está mais apto para desvendar os caminhos percorridos pelo funcionamento psíquico e a partir disso tem a terapêutica mais apropriada para oferecer um tratamento adequado.

Dar o primeiro passo para iniciar uma psicoterapia é sempre muito difícil, contudo, somente a força em promover mudanças, o desejo de melhorar e principalmente a busca pelo alívio das aflições é que vão fazer com que este primeiro passo seja tomado.